“Eu aprendi que dinheiro não é tudo” Neil Patel fala sobre sua trajetória e dá dicas para os empreendedores brasileiros

Information – Education – Matchmaking

Neil Patel

Neil Patel esteve mais uma vez no Brasil e dessa vez o Startupi aproveitou para conversar com ele sobre sua trajetória, visão sobre o mercado no Brasil e, claro, pegar algumas dicas valiosas.

Neil é um dos principais influenciadores do mundo no que diz respeito ao marketing online e, recentemente, fez com que o mundo conhecesse a sua pessoa. Ele criou uma campanha #quemeneilpatel com diversos perfis populares no Instagram que realmente bombou e despertou a curiosidade do público que não é tão ligado em marketing para saber “quem é Neil Patel”. Não é a toa que é considerado o Guru do Marketing.

Foto: Marketing de Conteúdo

Neil nasceu em Londres, na Inglaterra, mas vem de uma família indiana. Em conversa com o Startupi, ele conta que seu interesse pelo empreendedorismo sempre esteve presente e que começou sua jornada muito cedo, aos 16 anos. Hoje Neil é dono de 4 empresas multimilionárias, é autor de um dos principais blogs de Marketing e já foi considerado Top 100 empreendedores com menos de 30 anos pelo ex-presidente Obama, Top 10 melhores profissionais de marketing online e um dos maiores influenciadores da web.

No começo da sua carreira ele pegou todas as suas economias e investiu em uma empresa de marketing que não trouxe nenhum resultado, mas ele conta que percebeu que não estava sozinho nesse universo de investimentos em marketing com poucos resultados. A partir daí, ele decidiu se especializar e começou a estudar para entender o universo do marketing. “Eu estava em busca de um emprego, mas como não encontrava, decidi criar o meu próprio negócio e o que me motivava era o dinheiro. Mais tarde eu aprendi que dinheiro não é tudo e o que me motivou e me motiva é a minha paixão e meu amor é o marketing.”

Após se especializar, Neil atendeu um fabricante de fontes de alimentação externa, o qual ele ajudou a gerar mais de US$25 milhões em vendas. Ao perceber todo o poder do marketing, criou diversas ferramentas, entre elas: o Crazzy Egg, Hello Bar e KISSmetrics.

Hoje o seu maior desafio é expandir internacionalmente, no Brasil, México e no restante da América Latina. Neil conta que percebeu que se ele não trabalha com pessoas do próprio país junto, a expansão leva mais tempo para acontecer. “Na Alemanha nós sofremos um pouco pois não tínhamos muitos parceiros. Aqui no Brasil, por exemplo, estamos indo muito bem.”

Hoje Neil trabalha com 55 pessoas aqui no Brasil e estão crescendo em ritmo acelerado. Outra dica que Neil destaca para quem quer internacionalizar é começar por nichos sem querer abraçar o mundo inteiro de uma vez. “Meu maior desejo é ajudar as pessoas a trabalharem com marketing sem gastar muito dinheiro, apenas com técnicas de SEO e marketing para redes sociais automatizando custos”, comenta ele.

Neil já veio diversas vezes para o Brasil e, muito simpático, diz acreditar muito no potencial do País. “Dentro de cinco anos o Brasil será um grande ecossistema”. Nossa conversa aconteceu durante o Latam Founders Awards Gala, evento que premia importantes players do ecossistema e, para Neil, essas iniciativas são muito importantes para o amadurecimento do ecossistema.

“Eventos são importantes para que os agentes se capacitem, façam networking e também para que os mais maduros auxiliem e passem seus aprendizados para aqueles que estão iniciando nessa jornada. Eu já ajudei empresas como Amazon, Google, General Motors, NBC e Viacom, mas nada é mais gratificante do que ajudar um empreendedor que está começando uma pequena empresa”, destaca.

Sobre o futuro do Marketing Digital, Neil se mostra muito positivo e sem titubear afirma que o futuro será cada vez mais personalizado por causa das redes sociais e pela quantidade de dados que as companhias são capazes de ter dos seus clientes. “As companhias sabem o anel, a blusa e o tênis que você quer e no futuro você não precisará mais perder mais tempo buscando por peças que você goste devido a Inteligência Artificial que se tornará cada vez mais self-learning”. Ainda falando sobre personalização, Neil destaca que o simples fato de usar o nome do consumidor em uma newsletter, ajuda por exemplo, no engajamento desse cliente e mostra para ele que você se importa. Segundo Neil, essa tática costuma aumentar os ganhos das empresas em até 30%.

Neil também afirma que o Brasil e a América Latina possuem empresas incríveis, mas muitas vezes deixam de explorar outros mercados ao redor do mundo e isso faz com que deixem de ganhar dinheiro. “Vocês têm empresas incríveis, porque não mostrar isso para os outros países?”

Para finalizar, Neil deixa uma dica para os empreendedores brasileiros: “Execute rápido! Aqui no Brasil muitos empreendedores pensam muito, as vezes você só precisa ir, fazer e aprender. Se você errar, está tudo bem, você aprende, apenas vá rápido!”

No vídeo abaixo Neil fala sobre sua participação no Latam Founders e da sua visão sobre o mercado da América Latina.

O post “Eu aprendi que dinheiro não é tudo” Neil Patel fala sobre sua trajetória e dá dicas para os empreendedores brasileiros apareceu primeiro em Startupi.

Powered by WPeMatico